logo

cirurgia

plástica

sensibilidade e naturalidade

Rinoplastia

É uma cirurgia voltada para a correção das desproporções do nariz, tornando-o harmonioso com o restante da face. Além de função estética, a rinoplastia poderá ser feita para corrigir problemas respiratórios, como desvios de septo. A rinoplastia é realizada frequentemente sob anestesia local com sedação ou mesmo sob anestesia geral.

Praticamente não  existem cicatrizes aparentes na cirurgia estética do nariz. Isto porque as incisões (cortes) são feitas “dentro do nariz” ou nos sulcos; consequentemente  não deixam vestígios aparentes. Em casos especiais, quando as asas nasais são tratadas, existem duas pequenas cicatrizes nos sulcos entre as asas e a face que, com o passar das semanas, tornam-se praticamente imperceptíveis. Em outros casos, uma cicatriz imperceptivel é colocada na ”columela” (parte inferior do nariz).

Não é possível escolher o nariz na forma que você desejar, existe um equilíbrio estético entre o nariz e a face, equilíbrio este que o cirurgião deve observar, a fim de preservar a naturalidade e autenticidade dessa face.

Cada caso é estudado minuciosamente, a fim de que se possa dar ao nariz a melhor forma possível, dentro das exigências da face. Se a sua escolha coincidir com aquele tipo de nariz planejado, sem dúvida  seu desejo será atendido.

O resultado da cirurgia não é imediato, várias fases são características do pós-operatório do nariz. Assim é que, numa 1ª fase (logo após a retirada do gesso em torno o 7º dia), apesar de corrigidos vários defeitos estéticos do nariz original, notamos um edema (inchaço) que vai diminuindo com o passar dos dias e que tende a desaparecer totalmente em torno do 6º mês. Existem pacientes que atingem o resultado definitivo um pouco antes, bem como outros que ultrapassam este período. A persistência ou não do edema transitório por um período mais longo que o normal geralmente não interfere no resultado final.

A Rinoplastia estética visa, também, melhorar as condições respiratórias do paciente, quando estas condições são precárias no nariz original. Apesar de haver alguma dificuldade no pós-operatório mediato (algumas semanas), isto se deve ao fato do “edema” também existir na parte interna do nariz, assim como o movimento de “válvula respiratória” fica prejudicado nesse período, por alteração da elasticidade das asas. Com o decorrer do tempo tende a normalizar-se. Problemas respiratórios geralmente são ligados ao septo que, em muitos casos, é corrigido no mesmo tempo cirúrgico. Quando a correção simultânea de septo e pirâmide nasal  demanda cuidados especiais e não pode ser feita simultaneamente, a cirurgia estética deverá ser feita numa segunda oportunidade, após ter sido corrigido o septo na primeira cirurgia.

Raramente a Rinoplasia determina sérias complicações. Entretanto, sendo um procedimento cirúrgico, ocasionalmente poderão ocorrer imprevistos na evolução pós operatória. Felizmente, esses eventuais imprevistos são passíveis de correções posteriores, mediante "retoques", permitindo-nos obter o resultado almejado.

Os possíveis “imprevistos” não devem ser confundidos com as formas intermediárias pelas quais passa o nariz, no pós-operatório mediato, até que atinja sua forma definitiva. Quaisquer dúvidas a respeito de uma possível complicação pós-operatória serão esclarecidas pela nossa equipe, que se antecipará a informá-lo (a) a respeito disto, sem qualquer constrangimento.

A anestesia utilizada pode ser tanto local quanto a geral ou a associada serão utilizadas. Ficará a seu critério escolher o tipo, desde que ponderada sua conveniência juntamente conosco. O ato cirúrgico dura cerca de 60 a 90 minutos. Raramente, em casos mais complexos, este tempo é ultrapassado, exigindo um período de internação que varia de meio período, para as cirurgias realizadas sob anestesia local, vinte e quatro horas, para anestesia geral e doze a vinte e quatro horas, para a anestesia associada.

Após terminar a cirurgia, o nariz pode ser mantido imobilizado com gesso, que o recobre totalmente. Esse gesso permanece por cerca de sete dias, período após o qual é retirado no consultório. Poderá , no caso de ser realizada também a septoplastia, ser utilizado o  tamponamento nasal (com gases vaselinadas), que  é deixado por dois a três dias. O gesso é importante para a 1ª fase da modelagem do nariz, quando se realiza fratura.

Existe um pequeno sangramento através do tamponamento de gaze, que é normal nas primeiras 48 horas. Isto, entretanto, não deverá ser motivo de preocupação, pois um curativo de proteção sobreposto à abertura do nariz, é conservado propositadamente, a fim de aparar esse sangramento. Esse curativo adicional poderá ser trocado em casa, tantas vezes quanto necessário.

A cirurgia estética do nariz apresenta pós-operatório indolor. Quando ocorrer uma eventual dor, esta é facilmente combatida com analgésicos, que lhe serão receitados como preventivos.

Nos primeiros dias deve-se durmir sempre com a cabeça discretamente elevada do leito (dois travesseiros). Manter-se com a face voltada para cima (nunca lateralmente). A partir do 3º dia pós-operatório é possível tomas sol, não existe qualquer inconveniente em se expor ao eventual sol da rua. Entretanto, para exposições longas (praias, banhos de sol), aconselha-se aguardar um período mínimo de 15 dias.

RECOMENDAÇÕES SOBRE RINOPLASTIAS ESTÉTICAS

a) RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:

  1. Comunicar-se conosco até dois dias antes da cirurgia, em caso de gripe, resfriado, coriza ou quaisquer sintomas que afetem a boca, o nariz ou a garganta;
  2. Internar-se na clínica obedecendo ao horário estabelecido;
  3. Em caso de internar-se no mesmo dia da operação, comparecer ao hospital totalmente em jejum (anestesia geral). Se for operado(a) sob anestesia local, poderá tomar uma pequena xícara de café com leite e uma bolacha num período de seis horas antes da cirurgia. Após êste período, jejum completo;
  4. Evite bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas, na véspera da cirurgia;
  5. Tome um banho completo antes de vir para a cirurgia, lavando por duas vezes a cabeça. Isto retirará a gordura da pele e ajudará a evitar infecções;

b) RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS:

  1. Evite o sol, vento ou friagem nos três primeiros dias;
  2. Troque o curativo externo tantas vezes quanto necessário;
  3. Cuidados especiais para com o gesso: não traumatizar o curativo, evitar a umidade ou a tentação de “retirá-lo para ver como ficou o nariz”;
  4. Obedeça à prescrição médica (receita);
  5. Volte ao consultório para curativo, no dia e hora indicados;
  6. Não se preocupe com as narinas obstruídas. Aguarde retirada dos tampões (caso esteja os usando);
  7. Evite sol de praia no período de 30 dias. Poderá, entretanto, expor-se ao sol ocasional de rua, a partir do 3º dia;
  8. Não use óculos, até que seja autorizado (a);
  9. Não se preocupe  com as formas intermediárias nas diversas fases (o nariz está inchado);
  10. Tire conosco quaisquer dúvidas. Evite sensibilizar-se pelas opiniões dos amigos nesta fase inicial.